fbpx
Av. das Américas, 500, Bloco 9 - Sala 236 Downtown - Barra da Tijuca, Rio de Janeiro/ RJ. CEP: 22640-100
+55 (21) 3174-0424 | +55 (21) 3174-1444
ccl@cclcertificadora.com.br

Conteúdo local: certificações somaram R$ 48 bi em 2019

Conteúdo Local | Cimento Portland | LGPD

Conteúdo local: certificações somaram R$ 48 bi em 2019

Halliburton lidera lista de fornecedores com maior número de registros, de acordo com a ANP

Por Claudia Siqueira

O valor total de bens e serviços certificados no Brasil em 2019 atingiu a cifra de R$ 48 bilhões, sendo R$ 35 bilhões relativos a aquisições domésticas e R$ 13 bilhões a compras no exterior. O resultado apurado pela ANP confirmou aumento de 17% em relação a 2018 (R$ 41 bilhões, dos quais R$ 33 bilhões internos e R$ 8 bilhões no exterior), mas ainda representa grande distanciamento na comparação com o recorde de 2015, de R$ 130 bilhões (R$ 103 bilhões no mercado interno e R$ 27 bilhões no exterior).

Antecipados ao PetróleoHoje, os dados referentes aos valores globais passarão a ser divulgados pela agência pelo painel dinâmico de certificação de conteúdo local a partir da sexta-feira (24/4).  A área de Construção Naval foi o escopo que teve maior valor total certificado em 2019, com a cifra de R$ 13,28 bilhões, sendo R$ 8,14 bilhões em valor local e R$ 5,13 bilhões em valor estrangeiro.

O segmento de embarcações de apoio ficou no segundo lugar, com total de R$ 9,1 bilhões, sendo R$ 6,77 bilhões em valores locais e R$ 2,33 bilhões em valores estrangeiros. O ranking dos seis escopos com melhor posicionamento em 2019 traz ainda os segmentos de dutos submarinos, gerenciamento, construção, montagem e instalação de equipamentos submarinos, serviços de mão obra com prazo de validade e perfuração.

Luiz Henrique Bispo, superintendente de Conteúdo Local da ANP, afirmou que o grande desafio da nova fase foi reorganizar a base de dados. O projeto é desenvolvido a partir de um algoritmo avançado de inteligência artificial e aprendizado de máquinas para fazer um primeiro tratamento.

“Agora vamos continuar aprimorando esse algoritmo. O trabalho não acaba aqui; é um desenvolvimento contínuo”, ressaltou o executivo.

Dados extras

Seguindo a mesma estratégia, a ANP trabalha para divulgar um painel complementar sobre a certificação de conteúdo local dos investimentos das operadoras em E&P, analisando também a liberação de outras informações sobre o setor. A intenção é disponibilizar os dados de investimento no segundo semestre.

“A ideia é ter um quadro bem completo do setor. Vamos verificar se há algo a mais que podemos publicar sem ferir os direitos dos agentes econômicos, sempre com a orientação de ter o máximo de transparência possível”, afirma Dirceu Amorelli, diretor da ANP.

O valor médio por certificado em 2019 atingiu a marca de R$ 5,4 milhões. Em 2018, esse indicador manteve-se em R$ 4,7 milhões.No que diz respeito a quantidade, o número de certificações manteve-se praticamente estável. Ao todo, foram emitidos 8,891 mil certificados de conteúdo local em 2019, ante a marca de 8,761 mil registrada em 2018.

Levantamento feito pelo PetróleoHoje confirmou que a maior parte dos certificados de 2019 foi  emitida para a Halliburton, que manteve a marca de 534 certificados, seguida de perto pela Schlumberger, com 493 certificações.

Ainda que o segmento de exploração tenha ficado de fora dos três primeiros lugares do ranking de 2019, os indicadores do painel mostram que a atividade vinha registrando aquecimento. O valor certificado em aquisições de dados sísmicos saltou de R$ 600 milhões em 2018 para R$ 1,5 bilhão em 2019. Já o trabalho de processamento e interpretação cresceu de R$ 200 milhões para R$ 400 milhões no mesmo período.

No acumulado de 2009 a 2019, o valor total dos bens e serviços certificados atingiu a cifra de R$ 453 bilhões, dos quais 76% são referentes à parcela nacional (R$ 340 bilhões) e R$ 24%, à parte estrangeira (R$ 109 bilhões).

Ao longo desses dez anos, foram emitidos quase 130 mil certificados. O atual painel dinâmico de certificação de conteúdo local da ANP é direcionado aos contratos oriundos da 7ª Rodada de Concessões e aos projetos de leilões anteriores que celebraram aditivo de conteúdo local com o ANP, conforme previsto na resolução 726/2018.

O painel dinâmico de certificação de conteúdo local foi lançado pela ANP no final de março, disponibilizando, inicialmente, apenas dados sobre a quantidade de certificados, os escopos de certificação, os percentuais de conteúdo local e os fornecedores de bens e serviços. Por ora, foram liberadas apenas as informações até 2019.

Impacto da COVID-19

Os dados do primeiro trimestre de 2020 seriam disponibilizados em maio, mas, diante das dificuldades geradas pela pandemia de COVID-19, a ANP liberou as certificadoras para que enviem as informações até o fim de junho. Não havendo agravamento maior do cenário, o panorama do primeiro e do segundo trimestres será disponibilizado ao mercado dentro do painel dinâmico de certificação de conteúdo local no início do segundo semestre.

A tendência é que a pandemia afete o comportamento de crescimento da curva do painel dinâmico de certificação de conteúdo local registrada em 2019, não só em termos de valores como em relação à quantidade de certificados emitidos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *